Escritos

LIQUORI Fabien, La resiliência de um viajante aos sapatos prateados, édition EDILIVRE, 386p.

A resiliência de um viajante aos sapatos prateados questiona a noção de pertencimento cultural e o manejo da doença psíquica, através de um exemplo de processo de cura pelo Candomblé.
O autor compartilha seu desconforto e sofrimento pelo duplo desenraizamento: teve que ir embora do Brasil, patria do seu pai para se juntar à mãe na França e viver o caminho da integração; e sua própria identidade brasileira é baseada no desenraizamento africano, na memória dos descendentes de escravos.
Depois de ter interrompido sua vida profissional em Toulouse devido a um processo de invalidez , ele retornou na Bahia em busca do Brasil de Jorge Amado onde finalmente descobriu o trabalho do fotógrafo etnológo Pierre Verger e a religião do Candomblé através do Ilê Axé Opô Aganjú do Babalórixa OBARAYÍ.
Uma identificação com este pai simbólico transcultural e  Babalaô, Fatumbi, assim como com sua mãe afro-brasileira, YAKEKERÊ CiCi, parece ter permitido que Fabien Liquori contivesse o sofrimento do desenraizamento. Este livro testemunha uma "cura" e um esforço de sublimação.

Couverture du livre La légende de l'homme aux souliers d'argent de Fabien Liquori

Compre o livro

* Le livre est publié à titre d'auteur par Fabien Liquori. Sa commercialisation ne relève pas des activités de l'association Comunidade Horta Fatumbi.

Rio Vermelho CP 2102 41950-970 Salvador – Bahia – Brasil +55 (71) 3261 3400 +55 (71) 9993 42484 horta.fatumbi.fabi@gmail.com

Este site usa cookies para sua operação e medição de audiência.